3 de out de 2008

Muitas vozes......pouca audição!!!

Bom dia! Aliás, que belo dia de primavera, não? Será este o tempo da chuva serôdia? Eu creio nisso! Todo o tempo é dia de chuva serôdia, chuva temporã! Cheiro da terra seca recebendo água! Maravilha isso! Domingo celebraremos mais uma Santa Ceia e por isso estamos felizes, não é mesmo? A palavra de Deus diz lá em Oséias 2.14 (Bíblia Viva): "Apesar disso, voltarei a gostar dela. Eu a levarei ao deserto e falarei do meu grande amor por ela. Lá, eu lhe darei de volta os vinhedos e transformarei o vale de Desgraça em uma Porta de Esperança. Ela corresponderá ao meu amor e cantará de alegria como nos velhos dias da sua juventude, quando foi tirada por mim do Egito, onde era escrava." Deus nos tira de cena para nos falar em particular. Por vezes, são tantas solicitações que temos a Ele, tantos agradecimentos, que não conseguimos ouvir o que o Senhor quer nos falar, pode parecer chavão, mas oração é, também, silêncio, quietude diante do Senhor! Ouvir, ouvir, ouvir....e como temos dificuldade em ouvir, não? Em João 1.46 "Nazaré!" exclamou Natanael. "Pode vir alguma coisa boa de lá?" A palavra de Deus se completa..... é linda e maravilhosa! Sim! Pode vir coisa boa do deserto sim!!! Vamos Louvar ao Senhor com nossa alma e coração nessa certeza! Deserto é lugar de benção genuína! Cantemos, como em nosso tempo de infância! Celebremos a Liberdade! Somos livres! A Verdade nos libertou! Que nossas orações sejam nesse sentido! "Senhor, sentaremos à mesa contigo! Mas antes, queremos oferecer à Ti, nosso melhor Louvor! Que seja como um cheiro suave e que inunde toda a sua Igreja, curando e libertando, porque esse é o nosso principal propósito, bem como tratando isso em nosso coração! Amém!